Bombeiros e crianças autistas têm uma manhã de emoções e alegria

 

A chuva que caía desde a madrugada parecia querer atrapalhar a manhã especial. Mas o tempo abriu, o sol saiu e as portas do Quartel Sede do Corpo de Bombeiros do Ceará, no bairro Jacarecanga, em Fortaleza, se abriram para receber as crianças e adolescentes autistas e suas famílias para conhecer um pouco mais dessa profissão tão admirada.

O projeto “Bombeiro por Um Dia” reuniu e emocionou mais de cem pessoas na manhã deste sábado, dia 7 de julho, em uma parceria da Associação Fortaleza Azul (FAZ) com o Corpo de Bombeiros do Ceará. Até os próprios militares se mostraram felizes e recompensados com as visitas tão especiais. Estava tudo preparado para receber os pequenos e mostrar alguns aspectos da vida de um profissional Bombeiro e, claro, para garantir momentos de alegria para as crianças.
A programação contou com vários momentos diferenciados. As viaturas antigas e novas estavam em exposição estática para as crianças entrarem e brincarem. Capacetes e fardas para serem colocados e garantirem boas fotos. Uma parede de escalada que foi utilizada durante toda a manhã. E, no começo do evento, a presença ilustre da Branca e da Kelly, cães da corporação utilizadas nas diversas missões dos Bombeiros, que interagiram com todos e alegraram a manhça. Por sinal, as duas tiveram que sair mais cedo para…..trabalhar! Foram atender uma ocorrência.
De instante em instante, as crianças e seus pais entravam em uma viatura preparada para garantir um passeio pelo entorno do Quartel, com direito a sirene na chegada. E os mais aventureiros puderam testar suas emoções descendo na tirolesa montada pela equipe dos Bombeiros, com toda a supervisão dos militares, que foram extremamente atenciosos e profissionais durante todos os momentos.
Ações como o projeto “Bombeiro por Um Dia” contribuem com ricas experiências pessoais para as crianças e adolescentes autistas e são relevantes também para os próprios militares bombeiros, que têm a oportunidade de manter contato com as crianças e conhecerem mais sobre o Autismo, o que pode ajudá-los a lidar com as crianças em momentos de atendimentos ou emergências.
E a chuva, que quase estragou tudo, voltou de uma forma diferente para encerrar a manhã. Só que sob a forma de um banho de mangueira coletivo para baixar o calor e deixar as crianças com a sensação de um dia mais que especial.

 

Texto: Mauro Costa

A FAZ, como é conhecida, nasceu de um sonho de algumas mães que se conheceram nas recepções dos consultórios onde seus filhos eram atendidos. Juntas partiram em busca de adesão de famílias de pessoas com autismo e em abril de 2015 iniciaram-se as ações da FAZ que pautaram-se na divulgação de nossa causa, do nosso lema e de nossos objetivos.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!